sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Receitas para mamãs e bebés pelo Chef Ricardo Sousa

Em breve vamos ter um novo espaço do nosso blog :)
Vai ser dedicado a culinária com receitas rápidas e deliciosas para mamãs e bebés pelo talentoso Chef Ricardo Sousa. Esperemos que gostem.

Chef Ricardo Sousa

Deixo o link da página de facebook do Chef Ricardo Sousa e fiquem a aguardar as receitinhas :)



segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

A Maria 1 também já tem um dentinho!

A Maria 1 após negociações com a fada dos dentinhos e de alguns ciumes pela mana já ter um dentinho, chegou o primeiro dentinho dela. Esta toda feliz e nós também:) Que cheguem mais dentinhos.



 O Blog de Nós e as Marias também está no FACEBOOK e INSTAGRAM  



domingo, 25 de janeiro de 2015

A mamã foi aprender a fazer bolinhos lindos

Ontem foi um dia muito especial para a mamã. Afinal, ela também merece sair um bocadinho de casa. A nossa mamã foi aprender a fazer bolinhos para depois poder fazer muitos para nós. O Workshop da "Docinho de Açúcar", com a talentosa e querida Cake Design Silvia Ferreira da "A Festa do Bolo". Olhem como ficou o primeiro:





Ficou lindo mamã,
Beijinhos das Marias



sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Desabafos de uma mãe de gémeos (#3) - Dormir...o que é isso????

Nunca dei grande importancia ao sono, até ser mãe!A verdade é que nunca gostei de me deitar cedo, e muito menos de acordar cedo!! Era como se fosse duas pessoas diferentes, a gaja da amanha, e a gaja da noite. Então, quando ia trabalhar a gaja da manhã estava sempre chateada com a gaja da noite que não se deitou cedo. Mas quando isto acontecia chegava do trabalho e podia dormir uma sesta, estar no sofa a relaxar ou até mesmo tomar um banho super relaxante (isto agora até parece um sonho), tinha sempre tempo para mim e para dormir. Nunca imaginei que a chegada de um bebé, ou no nosso caso, de duas bebés, me transformasse num ser tao desesperado por uma horinha de sono.
As Marias nasceram há 10 meses, mas so há 7 meses é que estão em casa pois estiveram 109 dia internadas nos cuidados intensivos neonatais. Quando estavam internadas, por muito que pudesse dormir não conseguia, pela ansiedade, pelo medo, o pânico, a tristeza, a saudade, e também por extrair leite para a bomba de 3 em 3 horas. Ao fim de algumas semanas, comecei a sentir saudades de dormir mais do que 3 horas de seguida, apesar de haver noites em que até o conseguia fazer. Mas com a chegada das Marias a casa, a história foi bem diferente.
Na primeira semana as Marias só comiam e dormiam! Eu e o meu marido nem estavamos a acreditar  que tinhamos duas filhas tão bem comportadas.... Apesar disso, nós dormiamos pouco, com a preocupação constante em ver se elas estavam bem. Mas as Marias bem comportadas foi sol de pouca dura. Após duas semanas, uma dormia e a outra estava acordada, depois dormia a outra e a primeira acordada, semana a semana tudo piorava e nós os dois a morrer de sono, mal tinhamos força. Tinham os horarios completamente trocados :(
Pedimos ajuda à querida Filipa Sommerfeldt Fernandes, especialista em sono de bebés e crianças, e lemos o seu livro "10 dias para ensinar o seu filho a dormir". Estavamos completamente desesperados! Apercebemo-nos que a culpa dos horários delas era, principalmente, nossa, e começámos a apluicar algumas das dicas preciosas que ela nos tinha dado, bem como os conselhos do livro. Implementámos rotinas, que são fundamentais e tão necessarias para os bebes, e finalmente passaram a dormir mais horas durante a noite. O grande problema é que nem eu nem o meu marido gostamos de rotinas muito menos de deitar cedo, mas estamos a fazer um grande esforço para nos reeducarmos face ao sono e às rotinas para bem dos 4.
Progressos: A Maria 1 ja adormece sozinha na caminha dela por volta das 22h. A Maria 2 ainda não consegue adormecer sozinha mas já consegue dormir por volta das 22h. Ambas dormem umas 12h ou mais durante a noite, e costumam acordar apenas por volta das 10h. Ainda bebem o leitinho dos sonho.

Problemas: Ambas por vezes acordam à 1h cheias de energia e vontade de brincar!! E depois so voltam a adormecer às 3h. Outro problema é uma acordar a outra. As sestas nem sempre dormem mais do que 30m a 45m.

Esperamos para ver os próximos capítulos desta aventura!! ;)




 O Blog de Nós e as Marias também está no FACEBOOK e INSTAGRAM  



quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

O primeiro já chegou!

Primeiro dentinho da M2 :) A M1 ainda esta em negociações com a Fada dos dentes!



O Blog de Nós e as Marias também está no FACEBOOK e INSTAGRAM  



A Maria 1 já bate palminhas!

Que doce de menina:) A Maria 1 já bate palminhas. Agora passa o dia nisto, nós adoramos. 




O Blog de Nós e as Marias também está no FACEBOOK e INSTAGRAM  



As Primeiras Conversas!

As Marias ultimamente passam os dias na conversa:) sabe tão bem ouvi-las. A M 2 começou  a "falar" no dia 27 de Dezembro de 2014 e a M 1 no dia 13 de Janeiro de 2015. Agora ninguem as cala.









O Blog de Nós e as Marias também está no FACEBOOK e INSTAGRAM  


Hoje estamos aqui..Portal Gémeos e Mais :)

Que sejas muito bem-vindo 2015



terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Marias e as novas tecnologias!

Estes bebés de hoje em dia... Parece que as Marias já nasceram programadas para as novas tecnologias. Adoram os telemoveis, o ipad e ontem foi dia de computador, ate escreveram o primeiro post no mural da mamã, que lindas!
Por muito que não queiramos incentiva-las a estas coisas, elas adoram!



E cá está o vídeo das Marias a escrever estes posts no mural da mamã:

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Pela noite dentro...

Nem estamos a acreditar que as Marias já dormem desde as 23h... O que normalmente só acontece às 2/3h da manhã!!
Será que finalmente vamos poder ver um filme juntinhos no sofá com pipocas e coca cola?
Bem, é melhor não deitar ainda foguetes que elas são malandras... ;)

Dona Alice!!!!

Alguém tem o número de telefone da  D. Alice do Intermarché?  ;)

sábado, 17 de janeiro de 2015

Sessão Fotografica pelo MC Photography

Apesar de adorarmos fotografar, também gostamos muito de ser fotografados e admiramos bons fotógrafos nacionais. O Miguel Cachapa Photography é um deles! A luz das suas fotografias e o seu lado descontraído e divertido fazem do Miguel um fotógrafo que muito admiramos. Para além disso, é também um amigo que nos fotografa desde que ficámos noivos, no nosso casamento e agora com as nossas Marias. Queríamos ter feito esta sessão há mais tempo, mas tal não foi possível por terem nascido tão prematuras.
Um dia iremos também partilhar convosco as fotografias que os The Knot Wedding Photography, do qual o Miguel também faz parte, nos tiraram no dia do nosso casamento e contar-vos como foi o nosso casamento de sonho.
Para já, deixamo-vos algumas fotografias do MC Photography da sessão com Nós e as Marias. Esperamos que gostem!











 O Blog de Nós e as Marias também está no FACEBOOK e INSTAGRAM  



domingo, 11 de janeiro de 2015

Shooting Session (#2) 10 meses... Parabéns Princesas!!!

Parabéns Marias!
10 meses de vida, de felicidade, de miminhos, de choro, de birras... 
Mas acima de tudo, 10 meses de partilha, de aprendizagem e de muito muito amor!












Cueiro Personalizado  - Pintinho-Piu

Faixa de cabelo Mademoiselle's Bow



O Blog de Nós e as Marias também está no FACEBOOK e INSTAGRAM  


 

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Consultório (#1) - Perguntas e Respostas

O nosso consultório tem sido um sucesso, e ao longo destas duas semanas, têm sido muitas as dúvidas que têm sido colocadas. 
Hoje decidimos publicar, com a devida autorização, as 4 perguntas mais pertinentes desta semana, por serem dúvidas que são bastante frequentes, de forma a poder ajudar outras pessoas com as mesmas dúvidas. 

Obrigado a todos!!
Nós e as Marias

Pergunta 1

Boa tarde, Dr. André
Peço desculpa pelo incómodo.
Gostaria de saber se posso comer marisco estando a amamentar? Faz mal ao bebecas?



Resposta:

Olá Mãe!!! =))

No que diz respeito à alimentação da mulher durante a amamentação (e também no que diz respeito à alimentação do bebé a partir do momento em que se inicia a diversificação alimentar), muitas dúvidas têm existido desde sempre, e muito se tem dito, muitas vezes coisas contraditórias. Mesmo entre os médicos, se fizer esta mesma pergunta a 10 médicos diferentes, provavelmente obterá diversas respostas diferentes.

As próprias recomendações das principais sociedades de pediatria e gastroenterologia têm mudado, e algumas das coisas que eram verdade há 10 anos, hoje já não o são.

Posto isto, o que lhe posso dizer é apenas a minha opinião, baseada em tudo o que de mais recente tenho lido.

Não existe nenhum alimento que a mulher que está a amamentar esteja absolutamente proibída de comer. Tem-se percebido que comer determinados alimentos como o marisco não aumenta a probabilidade dos bebés virem a ter alergias (sendo que esse era um dos medos e muitas vezes o motivo por que se proibia o marisco na grávida) e tem-se percebido inclusivamente que uma maior diversidade de alimentos diferentes pode até ser útil para estimular o paladar do bebé pela diversidade de sabores a que está exposto. Obviamente, como em tudo, deve imperar o bom senso. Se se sente que determinado alimento que come se torna desconfortável para o bebé, por aumentar as cólicas por exemplo, deve evitá-lo, mas não existe indicação formal para proibir, à partida, nenhum tipo de alimento.

Espero que tenha ficado elucidada. Qualquer dúvida, cá estamos!

Beijinhos natalícios!!!

Nós e as Marias




Pergunta 2:

Olá, boa noite.

O meu pequenote tem 3 meses, e há dois dias pra cá que tem o nariz entupido, quando ele respira ouve-se género de ronronar se me faço entender. Tenho lhe posto soro e em seguida faço aspiração. Tenho também feito vapores. Mas ele não ta melhorzinho 😔. O que me aconselha a fazer?

Desde já agradeço a vossa ajuda.




Resposta:

Olá Mãe!!

Se ele tem apenas o que me refere, ou seja, nariz entupido, sem quaisquer outros sintomas acompanhantes, provavelmente tem apenas uma rinofaringite comum, muito provavelmente causada por um virus (a vulgar constipação).

O mais importante é fazer aquilo que já está a fazer, ou seja, uma boa higiene nasal (soro no nariz várias vezes ao dia, seguido da aspiração das secreções).

É também importante elevar a cabeceira da cama (colocar por exemplo livros debaixo dos pés do berço, ou um pano dobrado por baixo do colchão, algo de forma a que, mantendo o corpo direito, a cabeça fique mais elevada que os pés) porque de noite, com a obstrução nasal, se estiverem completamente horizontais terão maior dificuldade em respirar.

Quanto aos vapores (e até mesmo a aspiração das secreções…), eu costumo aconselhar se os pais perceberem que são eficazes, mas a sua utilização é controversa.

Habitualmente estes quadros demoram em média cerca de uma semana a passar.

É importante estar atenta aos eventuais sinais de alarme, que serão dificuldade a respirar (nota-se que existe dificuldade a respirar quando se notam covinhas entre as costelas que surgem com a inspiração - tiragem, quando o esforço para respirar é tal que leva a que as asinhas do nariz abram durante a inspiração – adejo nasal; ou quando a frequencia respiratória está muito aumentada, e ele respira mais rápido que o habitual); prostração (notá-lo bem mais murchinho que o habitual), ou diminuição da alimentação (que se valoriza quando ele come durante pelo menos um dia inteiro menos de metade que o que habitualmente come).

Nestes quadros pode surgir febre, mas habitualmente é uma febre baixa, que cede facilmente com o ben-u-ron. Se ele tiver febre alta (acima dos 38,5ºC se for medida debaixo da axila) que nao baixe com o ben-u-ron, é também sinal de alarme.

Acho que esta é a informação mais importante, e espero que a tenha esclarecido.

De qualquer das formas, na dúvida, é sempre preferível ser consultada pessoalmente por um médico ;)

As melhoras para o seu pimpolho, e muitas felicidades para vocês!!

Beijinhos!!

Nós e as Marias





Pergunta 3:

Olá Boa Tarde,

Tenho seguido o vosso blogue e deparei-me com o consultório particular.

Estou quase há 2 anos a tentar engravidar mas sem sucesso. Gostaria de saber o que fazer, que passos tenho que continuar a dar?

Obrigada



Resposta:

Olá Mãe!!

Se tem médico de familia é importante que vão, enquanto casal, a uma consulta onde ele vos fará uma avaliação inicial.

Antes de mais é importante perceber se existe infertilidade ou não. Considera-se infertilidade do casal quando, ao fim de um ano a tentar engravidar, não se consegue.

Mas é importante que nesse ano que se está a tentar engravidar se cumpram algumas regras.

Primeiro, é importante que ambos façam um estilo de vida saudável! Alimentação equilibrada, e exercício físico regular. E evitem alcool e tabaco que diminuem bastante a fertilidade!!!

Depois, é importante perceber quando a mulher tem a ovulação. E existem várias formas para o fazer:

    - Habitualmente a ovulação ocorre 14 dias antes do primeiro dia da menstruação, ou seja, se tem as menstruações regulares, é facil "prever" quando estará a ovular, basta subtrair 14 dias ao número total de dias do ciclo e assim tem-se uma ideia do dia certo de ovulação (dou um exemplo para perceber melhor, se tem sempre ciclos de 30 dias, 30-14=16, logo, em principio a ovulação aconteceria 16 dias depois do 1º dia de menstruação. Esta é uma forma de perceber quando é a ovulação, mas só funciona quando os ciclos sao regulares).

    - Outra forma de perceber quando tem a ovulação é estar atenta ao muco vaginal. No periodo da ovulação, o muco ganha uma consistencia diferente, tipo clara de ovo, em que se o colocar entre dois dedos e afastar os dedos, ele "estica formando um fio".

     - Outra forma ainda de perceber quando está em ovulaçao (esta a mais importante), é medindo e registando a sua temperatura rectal TODOS os dias assim que acorda, ainda sem sair da cama. Vai perceber que a sua temperatura na primeira metade do ciclo (ou seja, habitualmente nos primeiro 14-15 dias) é sempre semelhante, depois no dia da ovulação existe um ligeiro aumento da temperatura (habitualmente cerca de 0.5ºC) e depois na segunda fase do ciclo, ou seja, nos dias restantes até à menstruação, a temperatura mantem-se sempre assim mais elevada. O dia em que existe o aumento da temperatura é o dia da ovulação. Isto é o que acontece na maioria das mulheres, mas há mulheres em que a temperatura não evolui desta forma, e quando isso acontece, para alem de nao se conseguir perceber o dia da ovulação, pode ser mais difícil da mulher engravidar.

Depois, para engravidar, tem mesmo de existir relações no período da ovulação (normalmente entre os 4 dias antes e 4 dias depois da ovulação). Se tiverem no dia da ovulação, a probabilidade de engravidar é maior! ;)

Quando a frequência das relações é excessiva, pode também não ser benéfico pelo facto de o homem não conseguir concentrar esperma Suficiente. Também se a frequência de relações for muito pequena, a probabilidade de engravidar será menor. Apesar de não ser algo muito linear, pode-se dizer genericamente que a frequência ideal será de 2 em 2 dias ou de 3 em 3 dias.

Posto tudo isto, se ao fim de um ano a tentar engravidar, cumprindo estas regras, não se consegue, diz-se que o casal é infértil.

Posso dizer-lhe que em cerca de 1/3 dos casos a causa da infertilidade é da mulher, em 1/3 é do homem, e em 1/3 não se encontra nada de anormal em nenhum dos elementos do casal, e simplesmente aquele casal não consegue engravidar.

É importante também logo numa avaliação inicial perceber se existem por parte das duas pessoas um estilo de vida saudável (como lhe disse, álcool, tabaco, má alimentação, etc. prejudicam a fertilidade!); se algum dos elementos faz alguma medicação que prejudique a fertilidade (alguns antidepressivos, medicamentos para a hipertensão arterial, medicamentos para a próstata, etc.); qual o método contraceptivo que fazia antes; se ambos têm doenças conhecidas (algumas doenças prejudicam a fertilidade), se já houve história de traumatismos ou infecções genitais no homem ou na mulher que pudessem ter prejudicado a fertilidade (nao se assustem as mulheres que as candidíases e algumas outras infecções vaginais frequentes não prejudicam a fertilidade, refiro-me sim a infecções no útero, ou nas trompas; no homem uma infecção prévia nos testículos pode ter influência na fertilidade); se existem factores ambientais que possam também prejudicar a fertilidade (por exemplo o calor no local dos genitais do homem diminui a fertilidade, assim os jeans justos no homem ou calor local constante, como por exemplo os camionistas que estão constantemente sentados e por isso com a zona genital mais quente pode levar a diminuição da fertilidade).

Depois de fazer esta historia toda certinha, o seu medico há de pedir alguns exames (ao homem pede apenas espermograma, à muher pede umas analises de sangue com uma serie de parâmetros, que terá de fazer na primeira metade do ciclo e outras que terá de fazer na segunda metade do ciclo menstrual + uma ecografia para ver útero, ovários, etc).

O que pode fazer para adiantar trabalho, quando for ao médico, é levar já um registo, durante 3 ciclos menstruais inteiros, da sua temperatura rectal quando acorda. É algo que lhe vão pedir de certeza e se levar já isso adianta já trabalho.. ;)

Se tiver médico de família, ele será a pessoa indicada para lhe fazer toda esta avaliação, e depois enviar a uma consulta de infertilidade já com todos os exames realizados e com o registo da temperatura durante 3 ciclos.

Se não tiver médico de família, poderá ir a uma consulta com um ginecologista. Existem ginecologistas que estão mais vocacionados para esta área especfica, é uma questão de se informar.

Espero que tenha ajudado e que a tenha esclarecido!!

Qualquer duvida, estamos cá para tentar esclarecer ;)

Beijinhos, muita felicidade, e muita sorte!! :D

Nós e as Marias





Pergunta 4
Olá, daqui a um par de semanas chegam os meus gémeos. Tenho acompanhado o vosso blog e a vossa história maravilhosa! Queria fazer-vos uma pergunta: Estou de 34 semanas e a fazer uma retenção de líquidos enorme, ao ponto de me doerem os pés de tão inchados que estão. Horrível mesmo! Não tive nada disto na minha primeira gravidez... Falaram-me que drenagens linfáticas manuais poderiam ajudar a aliviar, mas não sei se está indicado para nós (grávidas gemelares finais de termo) ou não. Tenho algum receio de fazer mas por outro lado, estou desesperada... Sabe se podemos fazer?? MUITO obrigada pela ajuda



Resposta:

Olá Mãe!!

Antes de mais, parabéns pela gravidez, e parabéns pelos gémeos!!! Apesar de todo o trabalho que provavelmente darão, acredite que são verdadeiramente uma benção, e é mesmo muito bom termos gémeos! Nós andamos cansados, mas deliciados!

Quanto à questão que me colocou, não tem problema nenhum fazer drenagem linfatica, desde que a drenagem se limite aos membros inferiores obviamente.. Vai até ajudar bastante, e acaba por ser uma óptima forma de relaxar =))

Existem também outras formas de ajudar na retenção de líquidos. Evitar ambientes demasiado quentes, fazer o máximo de repouso (e numa gravidez gemelar com 34 semanas acredito que já estará em casa em repouso, se ainda nao está, deveria) mas esse repouso convém ser com elevação dos membros inferiores.

Depois ainda há medicação que pode ajudar, mas que na gravidez prefiro não receitar (se bem que nesta fase, em princípio não teria problema, mas se conseguirmos controlar os sintomas com medidas não farmacológicas acho preferível).

Espero ter ajudado =))

Beijinhos grandes, parabéns, e muuuitas felicidades!!!!!







O Blog de Nós e as Marias também está no FACEBOOK e INSTAGRAM