segunda-feira, 29 de junho de 2015

A Festa da família esta a chegar!

A 9 ª Edição "A Festa da Família" esta de volta, irá decorrer, uma vez mais, no Parque dos Poetas, em Oeiras e com entrada gratuita.

A 5 de julho, das 10h às 20h, as famílias que passarem pelo Parque dos Poetas, em Oeiras, vão poder encontrar e participar em várias atividades, todas elas com uma forte componente formativa, informativa e sempre divertida!

A grande novidade desta 9 ª Edição, é o Clube BARRIGAS DE AMOR, um novo conceito que foi exclusivamente pensado numa perspetiva de poupança para as famílias. Grandes descontos em diversos produtos e marcas, a pensar em todos, neste dia tão especial!

Este evento volta novamente com uma vertente solidária, em mais um "Momento de Partilha". 
No espaço Momentos de Partilha, a comunidade BARRIGAS DE AMOR® irá fazer o donativo com entrega de cheque à Fundação do Gil.
E porque o BARRIGAS DE AMOR® é direcionado para a Família, todos os participantes desta grande Festa poderão contribuir com brinquedos, alimentos e bens diversos, a serem entregues no espaço Momentos de Partilha/Fundação do Gil.

Não deixem de aparecer nesta grande festa da família, Nós e as Marias lá estaremos :)








Poderá encontrar a informação referente a esta 9 ª Edição A Festa da Família aqui:




sábado, 27 de junho de 2015

1 Ano de Marias em casa

Faz hoje um ano... Que as Marias vieram para casa! :)



Como tal, foi dia de fugir para longe com as Marias e festejarmos este ano que foi uma verdadeira aventura :) 
Faz hoje um ano que voltámos a ser
Pais, voltámos a chorar de tanta felicidade, voltámos a ser muito mas muito mais felizes... Faz hoje um ano que  vencemos a maior batalha, faz hoje um ano que o nosso Amor venceu:) 
Muito obrigada mais uma vez a todos os familiares, amigos, e todos os que nos acompanham neste blog que para nós é tão especial. Um obrigado especial a todos os tios e tias na Unidade de cuidados intensivos do HSFX por nos terem salvo aos 4. A todos os pais que nos ajudaram e que ajudamos. A todos os heróis e guerreiros que foram companheiros de luta com as nossas meninas e aos que partiram e partem, mas que ficam sempre a olhar por nós, e sempre no nosso coração! Todos eles mudam a vida destes pais é conosco não foi diferente. Obrigada Deus pela fé que debitaste no nosso coração. 


 







E obrigada Isa pelo bolinho :):):)



sexta-feira, 26 de junho de 2015

Os blogs amigos de Nós e as Marias (#3) - Memórias da M

Eu sou a Rita. 
Sou a "fiel depositária" de palavras no Blogue Memórias da M que fiz nascer há cerca de 1 ano.
Sou mãe do João e do Duarte. Casada com o Nuno.
Tenho dois ricos filhos! Dois queridos rapazes, totalmente diferentes fisicamente, mas emocionalmente muito próximos, muito cúmplices apesar da diferença de 5 anos que os separa.

A nossa história começou num duche morno após uma noite difícil com o baby D.! Surgiu-me a ideia de um blogue e imediatamente uma letra para o nome, o M.! Gosto da letra M! Sempre gostei!
Sou M de apelido, sou mulher, sou mãe, tenho memória de elefante, não vivo sem o mar, se tivesse uma filha seria Maria, e aos meus filhos chamo carinhosamente um nome começado por M, Micas!
Trabalho a tempo inteiro, sou (quase) mãe a tempo inteiro e faço turnos com o Nuno quando ambos precisamos trabalhar até mais tarde.
Vivemos em Lisboa, temos uma vida profissional extremamente activa, e temos que nos revezar entre trabalho, os miúdos, as várias actividades dos miúdos, os horários dos miúdos e o nosso pouco tempo para conversar e namorar.

Gosto da ideia de partilhar histórias e peripécias do nosso dia-a-dia!
Neste ano de vida do blogue, foram inúmeras as surpresas!
As muitas histórias e memórias que me trouxeram motivação, que nos deram a alegria de conhecer pessoas, que me ajudaram a superar obstáculos, que me deram a certeza que fiz bem em arriscar e passar para um blogue o que escrevia em folhas soltas, sem rumo, sem dia e hora marcada, simplesmente com o intuito de deixar recordações aos meus filhos para que um dia, quando souberem interpretar as minhas palavras, se possam orgulhar do que fiz para eles. 
Dei um salto sem rede, sem medos, sem expectactiva, despretensioso, humilde, sem forma...
Um "salto" que voltaria a dar sem olhar para trás...
Um blogue é um vício (e dos bons vão por mim)!
Obrigada Nós e as Marias pela oportunidade de nos darmos a conhecer!
Sigam-nos nesta aventura!

Facebook: Memórias da M


                                                                                                                        Um beijo










quarta-feira, 24 de junho de 2015

Dermatite das Fraldas - Como Prevenir e Tratar!

Como pai e médico de família, sei que um dos problemas mais frequentes, e que preocupa os pais de recém nascidos se deve à dermatite das fraldas, sendo que esta é provavelmente a afecção cutânea mais frequente na primeira infância nos países desenvolvidos.
Com este texto, pretendo explicar as principais causas deste problema, mas acima de tudo mostrar as melhores formas de o evitar!

Em bom rigor, dermatite das fraldas ou eritema das fraldas são termos que abrangem uma serie de problemas de pele que atingem a zona do corpo coberta pela fralda.
Habitualmente, esses termos são utilizados para designar uma irritação simples da pele do bebé nesta área, e que acontece devido às condições muito específicas a que aquela zona está sujeita. A pele do bebé é, já de si, muito delicada e frágil, facilmente sujeita a irritação e vermelhidão. Numa zona sujeito ao contacto com urina e fezes, ainda por cima num ambiente escuro, quente e húmido, sujeito a atrito e fricção constante, facilmente se criam as condições para maceração da pele que fica vermelha, irritada e por vezes fissurada. Esse é o aspecto típico da dermatite simples da fralda, sendo que atinge habitualmente a zona das fraldas mas costuma, em regra, poupar a zona das pregas.
Podem no entanto existir outras causas para a dermatite das fraldas:
- por atrito, quando a fralda não é do tamanho mais indicado por exemplo;
- causada pelo contacto com outros produtos ou estímulos irritantes para a pele - diarreia por exemplo, que por si só é suficiente para desencadear e manter uma dermatite das fraldas, ou outros produtos irritantes (por exemplo os toalhetes de limpeza);
- causadas por verdadeiras alergias a algum dos constituíntes da fralda - atenção que esta forma de dermatite é bastante rara, habitualmente evolui com vermelhidão da pele, que vai agravando e não tem resposta aos tratamentos habituais.

As dermatites da fralda podem também ser complicadas por infecções fúngicas, habitualmente candidíase. Quando isso acontece, o aspecto típico são lesões de uma cor vermelho vivo, brilhante, com presença de pústulas satélites nas bordas das lesões e podendo ter descamação na região periférica. As dermatites complicadas por candidiase, ao contrário das dermatites simples das fraldas, habitualmente afectam também as pregas!

Pode ainda acontecer que as dermatites das fraldas estejam associadas a outros tipos de doenças da pele (dermatite seborreica, eczema atopico, etc). Isto é mais raro, e quando acontece, habitualmente existem associadas lesões noutros locais da pele que não apenas na zona da fralda.

Conhecendo todos estes factores predisponentes para o eritema da fralda, torna-se mais fácil evita-lo, mantendo a área limpa e seca, minimizando o contacto com os factores agressivos e irritantes e não expondo a irritantes desnecessários. Assim, algumas medidas que devemos adoptar para prevenir o eritema das fraldas são:
- Limpeza da área com compressas com água apenas, devendo evitar-se o uso de sabão e de toalhetes
- Evitar o uso de pó de talco (ainda que as nossas avozinhas nos digam que é a melhor forma de prevenir os eritemas das fraldas) pelo risco de aspiração e problemas pulmonares
- Escolha de boas fraldas absorventes (e atenção que uma boa fralda absorvente não é necessariamente uma fralda de uma marca cara ou conhecida!) e muito importante, de tamanho adequado para evitar o atrito! Não tenham medo das alergias às fraldas, como explicado anteriormente, os eritemas raramente são causados por verdadeiras alergias à fralda.
- Muda frequente da fralda. O ideal seria a cada dejecção ou micção, mas temos de ser realistas e acima de tudo, ter bom senso. Na minha opinião, mudar a fralda a intervalos de 3 a 4horas já me parece bastante razoável, mas óbvio que se nos apercebermos de uma dejecção, mesmo que tenhamos acabado de mudar a fralda, não vamos esperar 3h para a mudar novamente e devemos muda-la logo, tal como se um bebé estiver a dormir tranquilamente, mesmo que ultrapasse um período de 4h, não o vamos acordar para lhe mudar a fralda.
- Utilização de cremes barreira (que são as pomadas com oxido de zinco, existem imensas no mercado, por exemplo Mitosyl, Halibut, Carena, etc.) numa camada fina, a cada muda de fralda.

Quando todas estas medidas não são o suficiente para evitar ou mesmo tratar um eritema das fraldas, a melhor opção será consultar o médico de família ou o pediatra. Nessa situação ele irá provavelmente pensar e excluir outras causas para o eritema como aquelas acima descritas, e poderá eventualmente ser necessário outro tipo de cremes como pomadas com cortisona se existir uma reacção inflamatória extensa ou pomadas com antifúngico se as lesões forem sugestivas de candidiase.

Para esclarecer mais dúvidas acerca deste tema pode contactar-nos pelo nosso consultório


Dr. André Pedras
noseasmarias@gmail.com
 


Artigo escrito originalmente para Up To Lisbon Kids


segunda-feira, 22 de junho de 2015

1 Ano de idade corrigida e os Primeiros Passos :)

Devia ser mais ou menos por esta altura em que as Marias deveriam ter nascido... Quis o destino que no dia em que cumpriram um ano de idade corrigida, tivessem ambas dado os primeiros passos sem qualquer apoio ;) Choramos de tanta Felicidadeeeeeeeeeeeeeeeeeeee !!!!







domingo, 21 de junho de 2015

O Amor faz tão bem :):):)

Viva os fins de semana em família longe da cidade e da confusão ... Venham os miminhos, muitos sorrisos, muitos abraços e muito muito muito amorrrrrrr























domingo, 14 de junho de 2015

Ajude-nos a ajudar!

Nós e as Marias estamos a contribuir para divulgar o conjunto babete Baby Gil edição especial Chicken Chicos em que 1€ da venda reverte totalmente a favor da fundação Baby Gil
Ajude-nos a ajudar e junte-se a esta grande e especial causa. 





sexta-feira, 12 de junho de 2015

2 ª Edição do Encontro Vamos Ser Pais realizada pelo o BARRIGAS DE AMOR®

Mamãs e Papás do Porto não podem perder a 2 ª Edição do Encontro Vamos Ser Pais realizada pelo BARRIGAS DE AMOR®
Vai- se realizar no dia 13 de junho, das 13h45 às 18h00. 
O BARRIGAS DE AMOR® vai disponibilizar palestras com especialistas de referência,temas como a Criopreservação, Cuidados a Ter com a Pele do Bebé ou  Mitos & Modas da Amamentação, serão abordados por especialistas de referência.  Irá ter ainda a palestra Pais e Bebés: Somos todos recém-nascidos, que será assegurada pela Dra. Cristina Nogueira da Fonseca, do Famílias Felizes.

Não percam e apareçam neste grande evento da grande familia que é o BARRIGAS DE AMOR® 

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Homem de Ciência, Homem de Fé!

Sou um homem de ciência! Sempre fui!
E sempre fui demasiado cético! Nunca acreditei em Deus ou em Deuses! Nunca acreditei em milagres! Nunca acreditei em nada que não pudesse ver, palpar, medir, quantificar! E nunca acreditei no destino! Sempre acreditei que eramos aquilo que fazíamos, e que o nosso presente e o nosso futuro dependiam exclusivamente de nós! Um homem constrói o seu próprio destino! E tudo o que acontece, acontece porque algo ou alguém assim o quis ou assim o fez! Sempre acreditei que as coincidências existiam realmente! Alguém teve um pressentimento de que algo iria acontecer e aconteceu mesmo?! Coincidência apenas! E Deus? Que é isso? Deus não existe! Não existe mais nada para além daquilo que conseguimos ver, ouvir, sentir, cheirar, saborear! São 5 os sentidos que temos, não 6!
Mas a vida tem traços deliciosos de ironia! E prega-nos partidas a cada momento! Partidas que não estamos à espera, e que têm a capacidade de nos transformar, de nos fazer mudar a forma como pensamos.
Vou-vos contar uma história:
No dia 11 de Março de 2014, fui pai de duas meninas prematuras! Muito prematuras, com 25 semanas de gestação. Quando elas nasceram, acompanhei-as até aos cuidados intensivos, mas quando aí chegámos, não consegui entrar. Fiquei à porta, do lado de fora, e enquanto ouvia mil e um alarmes, sem saber se elas sobreviveriam ou não, sentei-me no chão, desesperei, e chorei!
Escondi-me num corredor ao lado, escuro, deserto. Sentei-me no chão, tapei com força os ouvidos para não ouvir os alarmes, e deixei-me ali ficar! Junto a duas plantas que repousavam sobre uma mesa! Tantas ironias! Tantos sinais! Tantas… coincidências!
Sou um homem da ciência, e estava rodeado dela! Num local com a melhor tecnologia possível no que diz respeito a cuidados intensivos neonatais, e com os melhores profissionais do mundo! Sou um homem de ciência! Mas nesse momento, foi a Deus a quem eu pedi ajuda! Curioso como, até os mais céticos, quando não encontram nenhuma outra solução, olham para Deus! Foi com ele que falei, foi com ele que desabafei, foi ele o único que esteve ali a meu lado, que me amparou, que não me deixou cair! Foi ele que me fez pensar que não me tinha sentado ali por acaso! As duas flores que ali repousavam, era o sinal que eu pedia, de que as minhas filhas ficariam bem! Foram elas o meu único apoio, o meu único consolo, a minha única companhia!  
Os minutos pareceram-me horas!  E após uma longa espera, que não faço ideia de quanto tempo tenha sido, surgiu a primeira cara diante de mim, uma enfermeira que me trazia notícias. Assim que a vi, a primeira pergunta que me saiu sem sequer pensar: “elas estão vivas?”, e a resposta que nunca irei esquecer: “tem calma, elas estão vivas e estão bem”. Naquele momento, tive um pressentimento, um feeling, uma certeza! Uma certeza de que tudo correria bem! A escuridão deu lugar à luz, o medo deu lugar à esperança, à alegria, à Fé!!! Não sei de onde veio essa certeza, essa Fé! Mas veio de algo superior, algo que desconhecia até então! Nesse momento, acreditei em mais que 5 sentidos! Nesse momento, acreditei em mais que aquilo que víamos e que palpávamos! Nesse momento, acreditei que existia algo mais, muito maior que tudo o que conhecia até àquele momento!
Transformei-me, naquele momento, num Homem de Fé!
E como homem de Fé, fui a Fátima com a minha Mulher, ela sim, uma verdadeira Mulher de Fé, durante toda a vida! Uma Mulher com valores, ideais e princípios humanos, mas com a simplicidade e humildade que me faltavam até aí, e sem o cinismo e o cepticismo de quem não acredita em algo superior.
Quando lá cheguei, falei com Nossa Sra, e pedi-lhe, também a ela, um sinal! Depois de conversarmos com ela, a minha mulher insistiu para entrarmos numa loja para comprar tercinhos para as nossas meninas. Assim foi. Era a loja da Jacinta. Pouco depois, antes de partirmos para Lisboa, como que por impulso, como se alguém nos guiasse até ali, fomos visitar a sepultura de Jacinta, e arrepiei-me quando vi a sua data de nascimento: 11 de Março!!!! Coincidência? Ou o sinal que tinha pedido?
Bem sei que desde então, toda a ciência, toda a tecnologia e acima de tudo todos os profissionais maravilhosos que cuidaram das nossas filhas foram fundamentais para que elas conseguissem lutar e vencer todos os desafios enormes que se lhes foram deparando, mas não duvido por um segundo que a força do nosso Amor, do nosso Acreditar, da nossa Fé, foram também eles muito importantes!!
Hoje sou um homem de Ciência! Hoje sou um homem de Fé!!!

Artigo escrito originalmente para Up To Lisbon Kids