terça-feira, 10 de outubro de 2017

Tempo...é o que vos quero dar sempre!

Tempo...

Hoje ouvi uma canção que me deixou, verdadeiramente, a pensar: 


"Se tempo é dinheiro eu vou gastá-lo contigo
Até porque o tempo é tudo o que tenho para te dar"...


Vivemos a nossa vida a mil á hora, sempre a correr. Sempre "sem tempo" para nada. 

De início são os estudos, que nos obrigam a ficar fechados em casa tempo e tempo, sem "tempo" para sair ou divertir-nos.

Mas vamos crescendo. Casamos, temos filhos, constituímos família, e começamos a trabalhar. E parece que o tempo é cada vez menos! O trabalho começa a evoluir, e vai-nos ocupando cada vez mais! 

E á medidas que trabalhamos e as responsabilidades aumentam, acabamos por trabalhar cada vez mais, e o tempo, esse,  torna-se cada vez mais escasso. 
A realidade que vejo é que acabamos por dedicar cada vez mais tempo ao trabalho e menos à família. 
Não que isso seja completamente errado. As coisas têm o valor que lhe damos, e para algumas pessoas, o trabalho pode ser a grande fonte de prazer, o que as realiza, o que as faz mais feliz, e onde querem investir a maior parte da energia e acima de tudo, a maior parte do seu tempo! 
Mas para mim, e apesar de amar o meu trabalho, é a família, a minha mulher e as minhas filhas, que me dão alegria, força, animo e vontade de encarar todos os dias. É delas que vem a minha felicidade! São elas que me realizam!
Agora que penso nisso, e tendo as coisas o valor que lhes damos, deveríamos, ao mesmo tempo que atribuímos um valor a algo, atribuir-lhe tempo e dedicação proporcionais! E atribuir-lhe também uma preocupação proporcional! Porque pior que o pouco tempo que por vezes conseguimos dedicar ao que realmente tem importância para nós, é o tempo e energia que gastamos em preocupações, normalmente relacionadas com o trabalho, e que não são assim tão importantes, quando deveríamos estar, naquele momento, a usufruir a 100% do que nos faz feliz! 
O tempo é, verdadeiramente, o presente mais precioso que alguma vez poderemos dar aos nossos filhos! E a nós próprios! Nada o substitui, e nada traz de volta o tempo que já gastámos! 
Todos sabemos disto, todos lemos inúmeros textos sobre o tema, mas poucos são os que verdadeiramente mudam! 
Ironia das ironias, escrevo-vos este texto numa tarde de domingo em que estou a trabalhar, em vez de estar convosco a ver-vos crescer! Felizmente o Benfica jogou e foi campeão, o que fez com que a urgência estivesse completamente vazia, e eu aqui desocupado, pensando em vós, e com tempo para vos escrever. 
Filhas, este texto é acima de tudo uma lição para mim! Um recordatório que quero ler e reler, mas bem mais que isso, que quero colocar em prática! Sempre que me pedirem tempo que não vos posso dar, ralhem-me, mas ralhem-me mesmo! Porque nada o substitui, nada é mais valioso que isso, e nada traz de volta o tempo perdido!




O Blog de Nós e as Marias também está no FACBOOK e INSTAGRAM

Sem comentários:

Enviar um comentário